Câmara Municipal de Paredes - Biblioteca Municipal de Paredes

A Biblioteca Municipal de Paredes esteve inicialmente localizada num edifício datado de 1866, onde anteriormente funcionava uma das 120 escolas construídas em meados do século XIX, a expensas de Joaquim de Ferreira dos Santos, Conde de Ferreira, (n. Vila Meã, 1782-1866); então designada de Biblioteca Popular de Paredes.

Devido ao pouco orçamento disponível para a manutenção e funcionamento dos serviços da biblioteca, esta viria a encerrar.

Por não existir uma instituição cultural digna no concelho, surge a Biblioteca Museu Municipal de Paredes, inaugurada em 17 de Julho de 1982, com a presença do Dr. Francisco Lucas Pires, então ministro da Cultura e Coordenação Científica.

Na biblioteca podiam encontrar-se desde obras de referência, como dicionários ou enciclopédias, a monografias e periódicos, num total de 30 000 exemplares. Alguns deles bastante valiosos, sendo de referir a edição dos Lusíadas, reeditada por Emílio Biel.

O funcionamento da biblioteca era ordenado, permitindo as suas instalações uma frequência regular de leitores. Na sala de exposições temporária eram representadas exposições de finalidade educativa, realizadas palestras, audições musicais e outras sessões de interesse cultural. No museu podiam encontrar-se diversas coleções, desde peças arqueológicas, trajos e artesanato.

Em 2001, a Biblioteca Museu Municipal de Paredes passou a integrar a rede nacional de leitura pública.

Os serviços da Biblioteca foram transferidos provisoriamente para instalações, sitas na Praça Capitão Torres Meireles (traseiras da Academia de Música de Paredes), onde permaneceram até 2012. Neste ano, e no âmbito da regeneração urbana e revitalização cultural do projeto Cidade Criativa, a Biblioteca Municipal de Paredes renasce no seu edifício original, a Escola de Conde de Ferreira, datado de 1866, recuperado pelo Arquiteto Carlos Santos, ficando os seus serviços a funcionar na nova biblioteca de tipologia BM1.

A área de acesso público estará equipada com uma sala de leitura geral e multimédia, uma sala de periódicos e documentos de interesse local e regional, uma sala polivalente destinada a palestras, encontros e apresentações e ainda uma secção infanto-juvenil. O espaço administrativo será constituído pela área técnica e um depósito de difusão e conservação. A renovada Biblioteca Municipal de Paredes será um espaço vivo de comunicação e partilha de informação. Mais do que promover o livro e leitura, terá um papel essencial na preservação da memória do território, na educação e na consolidação do conhecimento e do pensamento crítico de toda a comunidade.

Biblioteca Municipal Paredes

BMP3.jpg
BMP7.jpg
BMP10.jpg
BMP1.jpg